Homem que empurrou mulher nos trilhos do metrô ganha liberdade provisória

Caso ocorreu no início de 2018 na estação Conceição, linha 1-Azul; vítima sobreviveu

Por Metro Jornal

O TJ-SP (Tribunal de Justiça de São Paulo) deu liberdade provisória a um faxineiro que, em 2018, empurrou uma mulher nos trilhos do metrô durante a chegada do trem. O caso ocorreu no dia 9 de janeiro na estação Conceição, linha 1-Azul – a vítima sobreviveu.

A decisão foi proferida pelo juiz Luis Gustavo Esteves Ferreira, da 1ª Vara do Juri da capital paulista. Ele atendeu ao pedido da defesa, que alegou excesso de prazo na prisão, que ainda aguarda julgamento.

Veja também:
Jorge Oliveira, da Secretaria Geral da Presidência, testa positivo para covid-19
Dólar fecha em queda cotado em R$ 5,28 após dia volátil e preocupação fiscal

Sebastião José da Silva, de 55 anos, deve permanecer em sua casa à noite e nos fins de semana – saídas da cidade só podem ocorrer com autorização judicial. O acusado, preso em flagrante, está proibido de ter contato com testemunhas do crime, a vítima ou seus familiares.

O promotor Felipe Zilbermann, responsável pelo caso, entrou com recurso para anular a soltura do faxineiro. Um laudo, de novembro de 2019, apontou que o homem não apresenta “sintomas psicóticos ou comprometimento do juízo de realidade”. Em sua defesa, ele justifica o empurrão por ter “ouvido vozes”.

Loading...
Revisa el siguiente artículo