Facebook bloqueia mundialmente contas de aliados bolsonaristas investigados pelo STF

Por Portal da Band com BandNews FM

O Facebook informou, neste sábado (1º) que bloqueou mundialmente as contas de militantes bolsonaristas investigados pelo STF (Supremo Tribunal Federal). A determinação foi do ministro Alexandre de Moraes.

Moraes ordenou que a rede social bloqueasse não só as contas dos investigados no Brasil, mas também aquelas que estivessem visíveis em outros países. Na sexta-feira (31), Moraes ampliou a multa e intimou o presidente da empresa no Brasil caso as contas não fossem bloqueadas em todo o mundo.

Veja também:
Governo federal é o segundo menos transparente sobre contratos durante pandemia
Isolamento reduziu em 11% o número de mortes por acidente de trânsito em SP

O Facebook explicou que, diante da ação do ministro, decidiu acatar a ordem, mas ressaltou que vai recorrer. Na nota, a rede social afirmou que a ordem judicial é extrema, que representa riscos à liberdade de expressão fora da jurisdição brasileira e gera conflito com leis e jurisdições ao redor do mundo.

Mas, que devido ao que chamou de "ameaça de responsabilização criminal" de um funcionário do Facebook Brasil, não tiveram outra alternativa a não ser cumprir com a ordem de bloqueio global das contas. Devem seguir bloqueados os perfis das seguintes pessoas:

  • Roberto Jefferson (ex-deputado e presidente nacional do PTB)
  • Luciano Hang (empresário)
  • Edgard Corona (empresário)
  • Otávio Fakhoury (empresário)
  • Edson Salomão (assessor do deputado estadual Douglas Garcia – PSL/SP)
  • Rodrigo Barbosa Ribeiro (assessor do deputado estadual Douglas Garcia – PSL/SP)
  • Bernardo Küster (blogueiro)
  • Allan dos Santos (blogueiro)
  • Winston Rodrigues Lima (militar da reserva)
  • Reynaldo Bianchi Júnior (humorista)
  • Enzo Leonardo Momenti (youtuber)
  • Marcos Dominguez Bellizia (porta-voz do movimento Nas Ruas)
  • Sara Giromini (militante, conhecida como Sara Winter)
  • Eduardo Fabris Portella
  • Marcelo Stachin
  • Rafael Moreno
Loading...
Revisa el siguiente artículo