Abraham Weintraub será diretor-executivo no conselho do Banco Mundial

Por Narley Resende - BandNews FM

O Banco Mundial confirmou na noite de quinta-feira (30) que o ex-ministro da Educação, Abraham Weintraub, foi aceito para o cargo de diretor-executivo no conselho da instituição.

Em comunicado, a instituição afirma que Weintraub “foi eleito pelo grupo de países representando Brasil, Colômbia, República Dominicana, Equador, Haiti, Panamá, Filipinas, Suriname e Trinidad e Tobago para ser Diretor Executivo no Conselho do Banco."

Ele deve assumir o cargo na primeira semana de agosto e cumprirá o atual mandato que termina em 31 de outubro de 2020, quando a posição será novamente aberta para eleição. O banco destaca, no comunicado, que o cargo de Weintraub não o torna funcionário da instituição. O texto diz que "diretores executivos não são funcionários do Banco Mundial. Eles são nomeados ou eleitos pelos representantes dos nossos acionistas."

Veja também:
Apenas um em cada três profissionais de saúde foram testados para covid-19 no Brasil
Covas diz que Secretaria de Saúde é que vai definir retorno das aulas em SP

Abraham Weintraub deixou o cargo de ministro da Educação no dia 18 de junho, após uma série de desgastes que causou ao governo. A gota d´água foi o choque contra o STF (Supremo Tribunal Federal), que ficou claro em vídeo da reunião ministerial de 22 de abril, tornado público por decisão do ministro Celso de Mello.

O ministro chegou a prestar depoimento na Polícia Federal.

Leia a íntegra da nota do Banco Mundial:

"O Banco Mundial confirma que o Sr. Abraham Weintraub foi eleito pelo grupo de países (conhecido como constituency) representando Brasil, Colômbia, República Dominicana, Equador, Haiti, Panamá, Filipinas, Suriname e Trinidad e Tobago para ser Diretor Executivo no Conselho do Banco. O Sr. Weintraub deve assumir seu cargo na primeira semana de agosto e cumprirá o atual mandato que termina em 31 de outubro de 2020, quando a posição será novamente aberta para eleição.

Diretores Executivos não são funcionários do Banco Mundial. Eles são nomeados ou eleitos pelos representantes dos nossos acionistas."

Loading...
Revisa el siguiente artículo