Covas diz que Secretaria da Saúde é que vai definir retorno das aulas em SP

Por Metro Jornal

O prefeito de São Paulo, Bruno Covas (PSDB), afirmou na quinta-feira (30) que “não é a pressão política do grupo A, B ou C”, mas a área da saúde quem definirá quando será o retorno das aulas presenciais nas escolas da cidade.

Os vereadores aprovaram na quarta, em primeira votação, projeto da prefeitura que define regras para a retomada, sem determinar prazo.

A previsão do governo estadual é de reabrir as escolas em 8 de setembro, desde que todo o estado esteja na fase 3-amarela da quarentena.

“Foi a área da saúde que solicitou a suspensão das aulas e somente quando a área da saúde entender que é possível é que voltaremos.”

A prefeitura anunciou que o cartão-alimentação, para a compra de merenda e antes restrito aos estudantes em vulnerabilidade social, será oferecido agora para toda a rede com quase 1 milhão de alunos. É preciso fazer cadastro no site da secretaria da Educação.

Loading...
Revisa el siguiente artículo