Rússia diz que pode ter vacina pronta dentro de duas semanas

Por Metro Jornal

A primeira possível vacina contra a covid-19 da Rússia pode obter aprovação regulatória já logo na primeira quinzena de agosto e depois será administrada aos profissionais de saúde da linha de frente.

O Centro de Pesquisas em Epidemiologia e Microbiologia Nikolai Gamaleya,  em Moscou, concluiu os primeiros testes em humanos da vacina este mês e espera iniciar experimentos em larga escala em agosto. A vacina ganhará a aprovação regulatória das autoridades russas enquanto o ensaio mais amplo continuar. A produção em escala industrial da vacina contra a covid-19 deve ocorrer em setembro e em outubro, segundo a vice-primeira-ministra russa, Tatiana Golikova

A velocidade com que a Rússia está se movendo para lançar a vacina levou alguns meios de comunicação ocidentais a questionar se Moscou está colocando prestígio nacional à frente de ciência e segurança sólidas. A Alemanha, inclusive, afirmou que acredita ser improvável que uma vacina esteja disponível no país antes de meados de 2021.

Mais de 100 possíveis vacinas são desenvolvidas em todo o mundo. Pelo menos quatro estão em fase final de testes em humanos, de acordo com dados da OMS, incluindo três desenvolvidas na China e outra no Reino Unido. Os britânicos firmaram ontem a compra de 60 milhões de unidades de uma vacina experimental para a covid-19 elaborada por empresa farmacêutica britânica.

Loading...
Revisa el siguiente artículo