Jovens estão impulsionando casos de covid-19, afirma OMS

Por Metro Jornal

O diretor regional da Europa na OMS (Organização Mundial da Saúde), Hans Kluge, disse ontem que o aumento de infecções no continente está ligado ao comportamento recente de jovens durante o verão na região. A afirmação foi feita em um programa da rádio britânica BBC.

“Um número crescente de países está passando por surtos localizados. O que sabemos é que isso é uma consequência da mudança no comportamento humano”, disse Kluge, que completou: “Estamos recebendo relatórios de várias autoridades de saúde sobre uma proporção maior de novas infecções entre jovens.”

O diretor, que é pai de duas meninas, explicou que entende o comportamento de jovens que não querem “perder o verão”, mas destacou a importância de comportamentos responsáveis e conscientes em meio à pandemia de covid-19.

Depois de atravessar meses com medidas rígidas de distanciamento social a fim de achatar a curva de contágio pelo vírus, a Europa tem reportado aumento de casos na última semana e ministros de saúde pedem atenção.

Na França, o ministro Olivier Véran disse que quer evitar outro lockdown e pediu que franceses “não baixem a guarda”. Na semana passada, a Alemanha registrou mais de 3.600 novos pacientes de covid-19.

Jovens nos EUA

Mais de 6.300 casos do novo coronavírus foram vinculados a universidades norte-americanas. Segundo levantamento feito pelo jornal norte-americano The New York Times, mesmo que as aulas estejam suspensas em virtude da pandemia, diversas instituições de ensino reportaram aumento de casos nas últimas semanas em seus dormitórios.

A Universidade do Texas é a mais afetada, com 449 alunos infectados, seguida pela Universidade Central da Flórida, com 438 novos casos na instituição.

Loading...
Revisa el siguiente artículo