Governo facilita flexibilização da quarentena com 'recalibragem' do Plano São Paulo

Por Metro Jornal

O Estado de São Paulo apresentou, nesta segunda-feira (27), mudanças nos critérios do Plano São Paulo, que determina a flexibilização da quarentena nas diferentes regiões. A “recalibragem” será mais permissiva e vai facilitar a entrada das cidades na fase verde, a quarta do programa.

"O objetivo é aprimorar o plano para torná-lo mais objetivo e eficiente. Essas mudanças foram profundamente estudadas e discutidas pelos 20 médicos e especialistas do Centro de Contingência", afirmou o governador João Doria (PSDB). O plano se centraliza em três pontos, segundo a secretária de Desenvolvimento Econômico, Patrícia Ellen:

• Critérios da estabilidade:
Implementação de regras que geram maior estabilidade para a transição das fases das regiões do Plano São Paulo;

• Liberação de capacidade hospitalar:
Novas regras de capacidade hospitalar para redirecionar leitos ociosos no estado de São Paulo;

• Atualizações na régua:
Régua dos indicadores de internações e óbitos será melhorada para incorporar números.

Veja também:
São Paulo tem taxa de mortalidade por covid-19 de 4,44%; veja balanço de segunda
Com estoque crítico, hemocentro do Hospital SP precisa de doações de sangue

Os critérios utilizados são a ocupação de leitos de UTI para pacientes com covid-19 e índices de casos, internações e óbitos pela doença. Para avançar para a fase verde, porém, as regiões devem passar 28 dias consecutivos na fase amarela. Veja como a classificação passa a ser feita:

Recalibragem Plano São Paulo Divulgação/Governo SP
Loading...
Revisa el siguiente artículo