Carnaval de 2021 é adiado em São Paulo; parada LGBT+ e Marcha para Jesus são canceladas

Por Metro Jornal

A Prefeitura de São Paulo decidiu adiar o Carnaval de 2021 devido a pandemia da covid-19. Em coletiva de imprensa realizada nesta sexta-feira (24), o prefeito Bruno Covas (PSDB) anunciou que os desfiles de escolas de samba da capital paulista serão adiados. A nova data ainda não foi definida, mas o evento está previsto para o final de maio ou começo de julho.

A decisão também inclui os desfiles de rua. "Nós conversamos durante essa semana com vários blocos de carnaval, tradicionais da cidade, tanto as escolas quanto os blocos entenderam a inviabilidade da organização do carnaval pra fevereiro do ano que vem", afirmou Covas.

A prefeitura anunciou também o cancelamento da parada LGBTQI+ de 2020, que ocorreu virtualmente em 14 de julho e foi adiada para 29 de novembro, data do segundo turno das eleições municipais. A organização decidiu cancelar a parada de forma voluntária.

Veja também:
São Paulo tem 3º dia com mais de 10 mil novos casos de covid-19; veja balanço de sexta
PRF encontra 751 kg de pasta base de cocaína em caminhão no interior de São Paulo

Segundo Covas, a parada LGBTQI+ de 2019 reuniu 3 milhões de pessoas e movimentou R$ 404 milhões.

A Marcha para Jesus, que havia sido adiada para 2 de novembro, também foi cancelada. De acordo com Bruno Covas, a organização ainda vai pensar em outro formato. No ano passado, 3 milhões de pessoas participaram do evento, que movimentou R$ 217 milhões.

Fórmula 1

Nesta sexta-feira, o Grande Prêmio do Brasil de Fórmula 1 em 2020 também foi oficialmente cancelado. A prova no autódromo de Interlagos, em São Paulo, estava marcada inicialmente para o dia 15 de novembro.

Covas informou que a prefeitura enviou dados para a organização do evento nas últimas semanas, mostrando que, em novembro, estaremos em uma situação melhor do que os países europeus que tiveram os prêmios.

"Ainda assim, fomos notificados da decisão, que não afeta apenas São Paulo, mas todos os grandes prêmios das Américas. Respeitamos a decisão. A gente continua as tratativas para a prorrogação do contrato a partir do ano que vem", declarou.

Loading...
Revisa el siguiente artículo