China exige exame de covid-19 em voos para o país

Por Metro Jornal

Como países europeus acrescentaram medidas restritivas a turistas na região, a China também anunciou na terça-feira (21) que criará seu próprio protocolo para viajantes. Segundo a  CAAC (administração da aviação civil da China), passageiros chineses e estrangeiros com destino final ao país deverão realizar teste para a detecção do vírus Sars-Cov-2 no prazo de cinco dias antes do embarque.

O exame exigido pelas autoridades chinesas é um teste de ácido nucleico, capaz de detectar a presença de mais de 900 patógenos respiratórios, incluindo a cepa do vírus Sars-Cov-2. Apesar de ser o teste mais caro para identificar a doença, o resultado fica pronto em 36 horas e leva menos de uma hora para sua realização.

A avaliação se o exame é confiável e suficiente para o embarque ficará a critério das embaixadas chinesas. Todos os passageiros deverão enviar o certificado do teste negativo por meio de um aplicativo chinês de controle sanitário de prevenção de epidemias.

Com restrições a viagens internacionais, a medida anunciada pela China, se eficaz, poderá ser adotada por outros países para controle de turistas positivos para o vírus.

Loading...
Revisa el siguiente artículo