Anvisa autoriza testes no Brasil para vacina alemã contra coronavírus

Por Metro Jornal com Estadão Conteúdo

Mais um estudo clínico para desenvolvimento de vacina foi autorizado pela Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) nesta terça-feira (21).

Desta vez, serão cerca de 5 mil voluntários brasileiros, distribuídos entre São Paulo e Bahia, que testarão dois tipos de vacina contra a covid-19. Ambas estão sendo desenvolvidas pelo laboratório alemão BioNTech, em parceria com a farmacêutica multinacional Pfizer.

LEIA MAIS:
São Paulo tem 422,6 mil casos de covid-19, com 20,1 mil mortes; veja balanço de terça
Testes da vacina chinesa contra covid-19 começam em São Paulo

A Anvisa afirmou, em nota, que analisou dados das etapas anteriores de desenvolvimento das substâncias e que "resultados obtidos até o momento demonstraram um perfil de segurança aceitável das vacinas candidatas".

Ainda neste mês, o CEO da BioNTech, Ugur Sahin, afirmou a um jornal norte-americano que uma das vacinas pode estar pronta para aprovação em dezembro deste ano.

No Brasil, o início dos testes da vacina alemã em humanos brasileiros ainda dependerá da aprovação na Comissão Nacional de Ética em Pesquisa (Conep) e da própria organização interna dos pesquisadores para recrutamento dos voluntários.

Loading...
Revisa el siguiente artículo