Vacina de Oxford para covid-19 é segura e induz resposta imune, indicam primeiros testes

Por Metro Jornal

Cientistas da Universidade de Oxford, no Reino Unido, anunciaram nesta segunda-feira (20) que a vacina para covid-19 é segura e induziu anticorpos contra a doença.

Os testes iniciais envolveram 1077 pessoas. De acordo com a universidade de Oxford, os voluntários produziram anticorpos e glóbulos brancos para combater o coronavírus. A vacina não apresentou nenhum efeito colateral grave.

Veja também:
São Paulo deve ganhar mais de 170 quilômetros de ciclovias e ciclofaixas
Ministro Onyx Lorenzoni é diagnosticado com covid-19

Os resultados positivos se referem a primeira e segunda fase de testes. A terceira fase ainda está ocorrendo desde o mês passado no Brasil, em um estudo da Unifesp (Universidade Federal de São Paulo).

"Nós acreditamos que os resultados indicam que o sistema imunológico se lembrará do vírus, ou seja, que nossa vacina protegerá as pessoas por um período prolongado", afirmou o líder do estudo, Andrew Pollard. "No entanto, precisamos de mais pesquisa antes de confirmar que esta fórmula efetivamente protege contra o Sars-CoV-2 e por quanto tempo durará a imunidade", completou.

Ao mesmo tempo, outra vacina também será testada no Brasil, a do laboratório chinês Sinovac Biotech em parceria com o Instituto Butantan. As doses chegaram na madrugada desta segunda e foram levadas para a sede do instituto, na zona oeste da capital paulista. Serão testados 9 mil profissionais de saúde.

 

 

 

Loading...
Revisa el siguiente artículo