Testes de vacina chinesa no Brasil com 9 mil voluntários começam nesta segunda

Por Metro Jornal

Começam nesta segunda-feira (20) os testes do Instituto Butantan para a vacina da covid-19 desenvolvida pelo laboratório chinês Sinovac Biotech. As doses chegaram durante a madrugada e foram levadas para a sede do instituto, na zona oeste de São Paulo.

No total, 9 mil voluntários terão a possível imunização aplicada – a expectativa é que sejam todos profissionais da saúde, que atuam na linha de frente da pandemia. Além de São Paulo, a vacina será levada a outras cinco unidades federativas – Rio de Janeiro, Minas Gerais, Rio Grande do Sul, Paraná e Distrito Federal.

Veja também:
O adeus à maior voz da Rádio Bandeirantes, José Paulo de Andrade
Cinco países da América Latina reportam perda de matas

Entre as exigências para participar, além da atuação na saúde (como médicos e enfermeiros), é preciso não ter tido infecção prévia por Sars-CoV-2, não participar de outros estudos, não estar grávida ou planejar engravidar nos três primeiros meses de estudo, não ter doenças instáveis que afetem o sistema imune ou alterações que impeçam os procedimentos de estudo, como alterações mentais e distúrbios de coagulação.

O custo desta etapa de testes é de R$ 83,8 milhões, bancado integralmente governo estadual. A expectativa é que a eficácia da vacina seja atestada ou descartada em até dezembro deste ano.

Loading...
Revisa el siguiente artículo