Desembargador humilha guarda municipal após ser multado por não usar máscara em Santos

Por Metro Jornal

Um desembargador do Tribunal de Justiça de São Paulo, Eduardo Almeida Prado, foi flagrado humilhando um guarda municipal de Santos, no litoral de São Paulo, após ser multado por não usar máscara.

O desembargador foi abordado na faixa de areia da praia por estar sem máscara. O uso é obrigatório no município sob pena de multa de  R$ 100.

No vídeo, que viralizou nas redes sociais neste domingo (19), o desembargador se recusa a colocar a máscara e é multado. Ele chama o guarda de "analfabeto", rasga a multa e joga o papel no chão. "Você quer que eu jogue na sua cara? Faz aí, que eu amasso e jogo na sua cara", disse.

Veja também:
Boulos será o candidato do Psol à Prefeitura de São Paulo
Testes de vacina chinesa no Brasil com 9 mil voluntários começam nesta segunda

Em seguida, o desembargador liga para o secretário de Segurança Pública do Município, Sérgio Del Bel, e pede que ele intimide o guarda.  "Eu falei, vou ligar para ele [Del Bel] porque estou andando sem máscara. Eu estou andando nessa faixa da praia e ele está aqui fazendo uma multa. Eu expliquei e eles não conseguem entender".

De acordo com a GCM (Guarda Civil Municipal), o desembargador já foi multado outra vez pelo mesmo motivo.

À GloboNews, Eduardo Almeida Prado afirmou que o vídeo foi "tirado de contexto" e editado. Ele afirmou ainda que a pandemia tem sido usada para "justificar "abusos, desmandos e restrições de direito".

Loading...
Revisa el siguiente artículo