Covid-19 foi principal causa de 89% dos óbitos durante pandemia, diz estudo italiano

Por Metro Jornal com Ansa

Resultados de um estudo divulgados nesta quinta-feira (16) pelo Instituto Nacional de Estatística (Istat) e pelo Instituto Superior da Saúde (ISS) da Itália apontam que, entre todas as mortes de pessoas diagnosticadas com covid-19, 89% tiveram o vírus como causa direta.

A descoberta contraria a hipótese de que parte dos mortos infectados pelo Sars-CoV-2 morreriam independente da covid-19, com ela sendo apenas um elemento a mais.

A pesquisa ainda afirma que, embora a virose seja frequentemente sobreposta a doenças pré-existentes, ou comorbidades, "é possível dizer que a morte não teria acontecido sem a infecção pelo Sars-CoV-2".

Na faixa etária entre 60 e 69 anos, a covid-19 é a causa direta de óbito em 92% dos registros, percentual mais alto verificado pela pesquisa. Na população com menos de 50 anos, 82% tiveram o novo coronavírus como causa direta da morte.

Além disso, os resultados mostram que 28,2% das mortes provocadas diretamente pela covid-19 não tiveram nenhuma causa secundária, sendo causadas unicamente pela infecção pelo vírus.

Quando há causas secundárias (71,2% dos registros), os fatores mais frequentes são as cardiopatias hipertensivas (18% dos óbitos), seguidas pela diabetes mellitus (16%), pelas cardiopatias isquêmicas (13%) e pelos tumores (12%).

Entre as complicações da covid-19 que levam a óbito, as mais comuns são pneumonia (79% dos caso) e insuficiência respiratória (55%).

Vale - Branded content - julho/2020
Loading...
Revisa el siguiente artículo