Pedido para suspender processo de impeachment de Witzel é negado

O TJRJ rejeitou o pedido do governador para parar o processo de impeachment contra ele na Alerj

Por Portal da Band com 1º Jornal

O TJRJ (Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro) rejeitou o pedido do governador Wilson Witzel para parar o processo de impeachment que corre contra ele, na Assembleia Legislativa do estado. As informações são da Marcelly Setúbal, no 1º Jornal.

A decisão foi publicada pelo desembargador Elton Martinez Carvalho Leme, que afirma no documento que não poderia decidir sobre o mandado de segurança sem ouvir a Alerj, que é citada pela defesa de Witzel. O magistrado ainda afirma que não poderia conceder esse pedido de liminar para defesa de Witzel. O mandado de segurança foi impetrado pelos advogados do governador para paralisar o processo de impeachment.

Veja também:
Japão volta para alerta máximo de emergência para covid-19
Veja o que muda nos contratos de trabalho com novo decreto do governo federal

Vale - Branded content - julho/2020

Nesta última quarta-feira, 15, Witzel participou de um evento em São Gonçalo, na região metropolitana do Rio de Janeiro, e em discurso negou qualquer tipo de envolvimento em escândalos de corrupção e que caso o ex-secretário da Saúde, Edmar Santos, apresentar informações a PGR que o liguem a esses esquemas de corrupção estaria mentindo.

Assista ao vídeo:

Loading...
Revisa el siguiente artículo