Em posse, ministro da Educação Milton Ribeiro se diz 'devedor' da escola pública

Por Metro Jornal com Rádio Bandeirantes

Em cerimônia privada, Milton Ribeiro tomou posse como ministro da Educação na tarde desta quinta-feira (16), em Brasília. Diagnosticado com a covid-19, o presidente Jair Bolsonaro participou remotamente, por videoconferência.

Durante o  discurso de posse, Milton Ribeiro afirmou que nunca falou em educação de maneira agressiva.  O novo ministro destacou a gratidão à escola pública, d a qual disse ser um devedor, já que, com exceção do ensino superior, sempre estudou no sistema público de ensino. Bolsonaro comentou que também sempre foi aluno de escola pública.

Vale - Branded content - julho/2020

O ex-vice-reitor do Mackenzie disse que quer abrir um grande diálogo para ouvir acadêmicos e educadores e destacou, também, que não irá solucionar o problema da educação no país, mas que vai buscar junto de Deus esperança para as crianças.

Bolsonaro comentou que é necessário resgatar a autoridade do professor em sala de aula e afirmou que a transição no MEC será tranquila.

Desde a saída de Abraham Weintraub, Bolsonaro tentou nomear dois ministros, mas ambos não resistiram à pressão e acabaram não assumindo o MEC.

O primeiro foi Carlos Alberto Decotelli, nome que surpreendeu por estar fora do radar dos cotados.

O outro, Renato Feder, secretário de Educação do Paraná, chegou a encabeçar a lista de favoritos logo que o cargo de ministro ficou vago.

Loading...
Revisa el siguiente artículo