Japão volta para alerta máximo de emergência para covid-19

Por Publimetro com Estadão Conteúdo

Tóquio entrou em estado máximo de emergência ontem após 165 contaminações confirmadas por covid-19. A capital japonesa já registrou mais de 8 mil casos, o que representa cerca de um terço de todos os 22,5 mil infectados no país.

A governadora Yuriko Koike pediu à população da região metropolitana que evite viagens não essenciais a locais fora de Tóquio, além de idas a restaurantes e casas noturnas, estabelecimentos considerados de alto risco de contaminação.

Por outro lado, na China, em Hong Kong, o número de casos diários diminuiu significativamente após uma nova onda de infecções e a retomada de medidas de distanciamento social. Foram registrados apenas 19 casos novos ontem, sendo que na terça-feira haviam sido 48.

Vale - Branded content - julho/2020

Outros locais

A Flórida se tornou o terceiro estado dos Estados Unidos a ultrapassar a marca de 300 mil contaminados após alcançar ontem 10 mil novos registros, contabilizando 301.810 casos.  A Flórida é também a região que mais confirma novas infecções diariamente em todo os Estados Unidos há pelo menos duas semanas, segundo levantamento da NPR, rede pública de rádio norte-americana.

Em Washington, que tem 44 mil casos confirmados, o estado de emergência deve ser estendido provavelmente até outubro, de acordo com a prefeita Muriel Bowser. Só nos país, mais de 3 milhões de pessoas contraíram o vírus e 137 mil morreram em decorrência dele.

O regime de lockdown também foi retomado na Índia, que confirmou quase 30 mil novos casos ontem, o que totaliza cerca de 1 milhão no país. As regiões que retornaram à quarentena (os estados Bihar e Uttar Pradesh e a cidade de Bangalore) tinham relaxado as medidas de restrição após a determinação do governo federal para retomada das atividades, expedida em 30 de maio.

Loading...
Revisa el siguiente artículo