Senadores criticam vetos de Bolsonaro ao novo marco do saneamento

Por Metro Jornal com Band News TV

A extensão dos vetos do presidente da República Jair Bolsonaro (sem partido) ao novo Marco Legal do Saneamento Básico surpreendeu parlamentares nesta quarta-feira (15). O ex-capitão vetou ao menso 11 itens da proposta, e detalhes dos pontos descartados demoraram a ser revelados pelo Planalto.

As informações são do repórter Rodrigo Orengo, da BandNews TV.

Ainda, senadores reclamaram sobre o que teria sido uma quebra de acordo entre o Congresso e o Palácio do Planalto, num momento em que o governo federal tenta "fazer as pazes" com os congressistas. De acordo com os parlamentares, havia sido construído um consenso entre Planalto e Congresso para a pauta.

LEIA MAIS:
Matrícula dos aprovados no Sisu 2020.2 começa nesta quinta-feira
Quase 70% das famílias de presos estão sem notícias em São Paulo

A criação de uma posição para estatais terem 30 anos de prorrogação de contrados foi o ponto vetado por Bolsonaro que despertou a reação dos senadores e governadores.

O ministro do Desenvolvimento Regional, Rogério Marinho, disse que os contratos são precários, e precisariam passar por uma licitação e serem formalizados para as concessões.

Com a aprovação pelo Legistativo, o veto presidencial pode ser derrubado pelos parlamentares.

Confira a reportagem completa na Band News TV:


Vale - Branded content - julho/2020
Loading...
Revisa el siguiente artículo