Vandalismo em semáforos de São Paulo aumenta 74% no primeiro semestre, diz CET

Por Ana Paula Rodrigues - Rádio Bandeirantes

A CET (Companhia de Engenharia de Tráfego) registrou um aumento de 74% do vandalismo em semáforos em São Paulo no primeiro semestre deste ano, comparado ao mesmo período do ano passado. De acordo com o levantamento, divulgado nesta segunda-feira (13), foram 2.017 ocorrências de quebra dos equipamentos e roubo de fios entre janeiro e junho de 2020, uma média de 11 por dia.

Neste período, de acordo com a companhia, 182 quilômetros de fiação elétrica precisaram ser reinstalados nos equipamentos alvos de dano ao patrimônio. É a distância aproximada entre São Paulo e a cidade de Aparecida, no interior paulista.

Veja também:
PM pisa em pescoço de mulher em abordagem na zona sul de São Paulo
Em SP, 11,3 mil funcionários públicos podem ter recebido auxílio emergencial

Vale - Branded content - julho/2020

Os endereços recordistas estão, na maioria, no centro e na zona leste de São Paulo:

Avenida Braz Leme (zona norte)
Avenida Abraão Ribeiro (zona oeste)
Avenida Duque de Caxias (centro)
Rua da Consolação (centro)
Avenida do Estado (centro)
Avenida Inajar de Souza (zona norte)
Avenida Nagib Farah Maluf (zona leste)
Rua Norma Pieruccini Giannotti (centro)
Avenida Sapopemba (zona leste)
Avenida Oliveira Freire (zona leste)
Estrada do Imperador (zona leste)

Entre março e junho foram registrados nove flagrantes de furto ou vandalismo de semáforos. Para tentar diminuir essas ocorrências, a CET afirma que tem instalado os controladores semafóricos em estruturas mais altas, também feito a concretagem e soldagem das tampas das caixas de passagem da fiação.

Além disso, mantém conversas frequentes com a SSP (Secretaria de Segurança Pública), Polícias Civil e Militar e a GCM (Guarda Civil Metropolitana) para a adoção de medidas preventivas.

Loading...
Revisa el siguiente artículo