Em duas semanas, capital paulista não multou por falta de máscara

Mais de 1,1 mil estabelecimentos foram vistoriados, além de 900 abordagens em vias públicas

Por Metro Jornal com Rádio Bandeirantes

A cidade de São Paulo ainda não aplicou nenhuma multa para pessoas físicas ou estabelecimentos pelo não uso de máscara em espaços públicos, repartições, comércios e escritórios. A portaria que permitiu a autuação está valendo desde o dia 1º de julho.

Segundo a SMS (Secretaria Municipal da Saúde), já foram vistoriados 1.125 estabelecimentos, além de 900 pessoas abordadas e orientadas a utilizar corretamente o equipamento de proteção individual. Seu uso, obrigatório desde o início de maio, busca reduzir as chances de contágio pelo coronavírus Sars-CoV-2, que causa a doença covid-19.

Veja também:
Parque Ibirapuera tem movimentação intensa em reabertura nesta segunda
Prefeitura de São Paulo interdita 107 bares por desrespeito a restrições

Vale - Branded content - julho/2020

A fiscalização da prefeitura já ocorreu em 18 endereços:

  1. Vila Carrão;
  2. Ladeira Porto Geral;
  3. Rua 25 de Março;
  4. Rua Miller;
  5. Rua Oriente;
  6. Rua Galvão Bueno;
  7. Rua dos Estudantes;
  8. Rua Silva Bueno (do número 300 a 2533);
  9. Mercado Municipal;
  10. Avenida Vautier;
  11. Ceagesp;
  12. Avenida Conselheiro Carrão;
  13. Avenida Belmira Marin;
  14. Largo São José do Belém;
  15. Rua Cajuru;
  16. Avenida Itaberaba;
  17. Avenida Jabaquara;
  18. Rua Vital Brasil.

Segundo a secretaria, caso sejam constatadas irregularidades, o estabelecimento será autuado e serão concedidos 10 dias para apresentação de defesa. O valor da multa é de R$ 5.025 para cada pessoa sem a máscara ou de R$ 1.380 caso o local não possua sinalização sobre o uso obrigatório do equipamento. Já pedestres podem ser multados em R$ 524.

 

Loading...
Revisa el siguiente artículo