Procon-SP multa Enel em R$ 10,2 milhões por problemas em contas de luz

Por Metro Jornal

O Procon-SP multou a Enel São Paulo, antiga Eletropaulo e responsável pela distribuição de energia elétrica na capital paulista e região metropolitana, em R$ 10,2 milhões. A distribuidora foi notificada por má prestação de serviço após o órgão receber milhares de queixas de valores elevados na conta de luz entre março e junho.

Nos primeiros meses da pandemia de covid-19 no país, a Enel deixou de fazer a leitura presencial dos medidores. O Procon-SP recebeu diversas reclamações de faturamentos incorretos e transtornos aos consumidores.

Vale - Branded content - julho/2020

Veja também:
Pagamentos por estudantes ao Fies são suspensos durante pandemia de covid-19
Empresários ligados ao MBL são presos acusados de lavagem de dinheiro

Além disso, o órgão de defesa ao consumidor acusa a distribuidora de omitir informações na fatura dos clientes sobre a opção de parcelamento dos valores. O valor da multa foi estimado com base no porte econômico da Enel.

Tanto o Procon-SP quanto o MP-SP (Ministério Público de São Paulo) se reuniram com a empresa e pediram explicações antes da aplicação da multa. A distribuidora pode recorrer.

Loading...
Revisa el siguiente artículo