Operação do MP prende ex-secretário de Saúde do Rio

Por Metro Jornal

Uma operação do MPRJ (Ministério Público do Rio de Janeiro) na manhã desta sexta-feira (10) prendeu o ex-secretário de Saúde do Rio de Janeiro, Edmar Santos. Ele foi detido em sua casa em Itaipava, região serrana do Rio.

Segundo as investigações, Santos é suspeito de possíveis irregularidades em contratos da pasta estadual durante a pandemia de covid-19, entre elas fraudes em contratos firmados sem licitação. Neles, foram comprados equipamentos como respiradores e oxímetros, além de medicamentos e contratação de leitos privados.

Vale - Branded content - julho/2020

Veja também:
Pedidos de seguro-desemprego caem 32% em junho
As lições de casa do novo (ainda indefinido) ministro da Educação

A operação cumpre ainda mandados de busca e apreensão em seu endereço residencial na zona sul da capital fluminense. O ex-secretário e outras sete pessoas podem responder por improbidade administrativa.

Santos foi exonerado no dia 17 de maio, após atrasos e problemas com hospitais de campanha. Na última semana, ele teve os bens bloqueados e o sigilo bancário quebrado pela Justiça. Em sessão na Alerj, ele se recusou a responder perguntas de parlamentares.

Loading...
Revisa el siguiente artículo