Ocupação de UTI por covid-19 é a menor desde início da pandemia na cidade de SP

Por Metro Jornal Rádio Bandeirantes

A ocupação de leitos de UTI por pacientes com covid-19 em hospitais públicos e privados na cidade de São Paulo é a menor desde o início da pandemia.

Do total de vagas, 54% estão sendo usadas e, considerada apenas a rede municipal, a taxa é ainda menor – 51%.

Leia mais:
Reabertura de agências do INSS é adiada para agosto
Tratamento da Unifesp elimina HIV de paciente

Em entrevista à Rádio Bandeirantes na manhã desta quarta-feira (8), o secretário de Saúde municipal, Edson Aparecido, explicou que a internação rápida de casos leves ajudou a desafogar as unidades de terapia intensiva.

Vale - Branded content - julho/2020

Ainda de acordo com Aparecido, a tendência é que os dados apontem uma redução ainda maior nas próximas semanas.

Período crítico

Durante o pico da pandemia em São Paulo, seis hospitais chegaram a ficar sem leitos de UTI disponíveis. Neste momento, apenas um continua com ocupação entre 90 e 95%, o Hospital de Cidade Tiradentes, na zona leste da capital paulista.

Segundo Edson Aparecido, a unidade de saúde tem poucos leitos para coronavírus. A Cidade Tiradentes é o segundo bairro da região com o maior número de mortes por covid-19: já são 212 óbitos desde o início da pandemia.

Loading...
Revisa el siguiente artículo