Procon vai multar Enel por dificultar parcelamento e revisão de contas de luz

Por Metro Jornal

A Fundação Procon de São Paulo deve multar a concessionária de energia elétrica Enel por transtornos relacionados às faturas das contas de luz do mês de junho e o parcelamento da dívida. A informação é do repórter Lucas Herrero, da Rádio Bandeirantes.

De acordo do o secretário de Defesa do Consumidor de SP, Fernando Capez, a multa ficará em torno de R$ 10 milhões.

LEIA MAIS:
Governo estuda proibir queimadas no Pantanal e Amazônia pelos próximos quatro meses
Sindicatos fazem ‘protesto virtual’ por renda básica e retomada segura do trabalho

O Procon considera abusiva a necessidade de consumidores entrarem em contato com a empresa e assinar uma confissão de dívida para conseguir o parcelamento da conta de luz.

Ainda, em reunião com a fundação de defesa do consumidor com o Ministério Público de São Paulo, a Enel concordou em rever apenas as contas dos consumidores que registraram reclamação sobre a cobrança acima do normal.

A reclamação foi encaminhada ao Ministério Público, que vai se pronunciar até o final do mês. Os clientes que se sentirem lesados podem registrar uma reclamação formal contra a empresa no site do Procon de São Paulo.

Vale - Branded content - julho/2020
Loading...
Revisa el siguiente artículo