Operação mira quadrilha que fraudava benefícios do INSS em São Paulo

Por Metro Jornal

Uma operação da Polícia Federal na manhã desta terça-feira (7) busca combater fraudes em benefícios do INSS em São Paulo. São 23 mandados de busca e apreensão em três municípios do estado – capital paulista, Guarulhos e Caieiras – e em Poços de Caldas, Minas Gerais.

De acordo com as investigações, uma organização criminosa formada por médicos, advogados e intermediários fraudava documentos para garantir um auxílio por incapacidade temporária ou permanente. A PF já contabilizou R$ 13 milhões desviados, mas estima que o grupo causou um prejuízo de R$ 27 milhões.

Veja também:
Portas são reabertas dos restaurantes, mas clientes têm receio
São Paulo promete retomar obra do Metrô em até 90 dias

A ação ocorria dentro do meio judiciário. Para conseguir o benefício, a quadrilha pagava uma propina ao perito do juiz para declarar pessoas saudáveis como incapazes de trabalhar.

Até as 8h, não havia informações sobre o material apreendido – fotos da operação, nomeada Revide, mostram grandes quantidades de dinheiro e documentos apreendidos.

Operação Revide Divulgação/PF
Loading...
Revisa el siguiente artículo