Ação ambiental deixa empresas ‘bem na foto’, mostra IBGE

Por Metro Jornal

A implementação de inovações com benefícios ambientais pelas empresas brasileiras tem sido motivada por fatores relacionados à imagem delas no mercado. Dentre as empresas que introduziram ecoinovações entre 2015 e 2017, mais da metade indicaram melhorar a reputação (59,4%) e adequar-se aos códigos de boas práticas ambientais (54,3%) como motivos para inovar. É o que mostra o módulo Sustentabilidade e Inovação Ambiental, da Pintec (Pesquisa de Inovação) 2017, divulgada pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística). Por outro lado, a disponibilidade de apoio governamental, subsídios ou outros incentivos foi o fator motivador menos indicado (11,2%).

Menos da metade

A pesquisa mostrou que ainda é pequeno o número de empresas ecoinovadoras no Brasil. De um total de 116.962 empresas com mais de dez pessoas ocupadas investigadas na Pintec, 39.329 (33,6% do total) haviam implementado algum tipo de inovação em produtos ou processos, sendo que, dentre essas empresas inovadoras, menos da metade (15.975 ou 40,6% das empresas inovadoras) realizaram inovações com impactos ambientais positivos no período analisado.

Demanda do consumidor

Segundo o gerente da pesquisa, Flávio Peixoto, a preocupação com a imagem pode estar relacionada a uma mudança no comportamento da sociedade e uma demanda do consumidor. “Ao longo dos últimos anos, a gente nota que não apenas as empresas, mas também a sociedade em geral, vêm ganhando consciência sobre certos aspectos sociais e ambientais, que se misturam. A questão do meio ambiente vem ganhando muito espaço, e isso é um reflexo dessa mudança”, afirma Peixoto.

Sobre o apoio governamental, o gerente da pesquisa explica que a inovação é um processo sistêmico, em que vários atores precisam estar interconectados e coordenados para que a inovação ocorra: empresas, clientes e governo: “Quando falamos de política pública, nos referimos aos instrumentos e programas desenhados para que as empresas, de fato, tenham práticas ambientais no seu processo produtivo e de inovação. E vimos que faltam instrumentos mais bem desenhados e específicos para essas práticas”.

Empresas ecoinovadoras

Por que adotaram inovações ambientais

• Reputação – 59,4%
• Códigos de boas práticas – 54,3%
• Reduzir custos – 49,5%
• Normas ambientais atuais – 46,1%
• Ações voluntárias – 43,9%
• Normas ambientais futuras – 40,8%
• Demanda do mercado – 37,2%
• Requisitos para contratos públicos – 21,8%
• Apoio governamental – 11,2%

Como foram as inovações

• Reciclagem de resíduos, águas residuais ou materiais – 57,9%
• Redução da contaminação do solo, da água, de ruído ou do ar – 51,3% Redução de pegada de CO2 – 33,1%
• Substituição de energia de combustíveis fósseis por energia renovável – 17,2%
• Substituição de matérias-primas por outras menos contaminantes – 7,7%

Loading...
Revisa el siguiente artículo