OMS: 'Países estão ignorando dados sobre a covid-19'

Por Metro Jornal

Em entrevista coletiva em Genebra, o diretor de emergências da Organização Mundial da Saúde (OMS) expressou preocupação sobre a forma como governos internacionais têm lidado com evidências matemáticas e científicas da pandemia do novo coronavírus.

Mike Ryan pediu, nesta sexta-feira (3), que governos "acordem" e parem de "ignorar o que os dados dizem". "É realmente hora de os países olharem para os números", ressaltou. "Os dados não estão mentindo".

LEIA MAIS:
Anvisa ainda não autorizou testes de vacina chinesa contra covid-19 em São Paulo
Plano São Paulo: Capital e ABC se mantêm na fase amarela; Campinas volta à fase vermelha

A OMS chamou atenção para países e regiões que viram sua curva epidemiológica voltar a subir após processos de reabertura econômica. Sobre o Brasil, o diretor da entidade apontou que "os números se estabilizaram nos últimos dias", mas não há garantias de que começarão a cair ou iniciarão nova trajetória de ascensão.

Ryan afirmou que o governo brasileiro precisará intensificar as medidas contra a Covid-19 se quiser controlar a pandemia. Ele completa que "nunca é tarde demais para ter controle" da doença, evidenciando a necessidade de os governos assumirem essa responsabilidade.

"Se países se abrem sem a capacidade de lidar no setor de saúde, terminarão com o pior cenário", alertou. "As mortes vão aumentar".

Loading...
Revisa el siguiente artículo