Cidade de São Paulo recebeu 37 mil denúncias de violação à quarentena

Por Metro Jornal

A capital paulista recebeu, até esta quarta-feira (1), 37.712 denúncias de possíveis violações das normas de quarentena impostas pelo governo estadual. As reclamações envolviam estabelecimentos de comércios e serviços não-essenciais que operaram irregularmente em algum momento desde o início do decreto, em 24 de março.

Ao todo, 636 estabelecimentos foram interditados por fiscais da Prefeitura de São Paulo, que está em fase de flexibilização da quarentena. Neste período, mais de dois mil agentes públicos fizeram fiscalização de estabelecimentos com funcionamento irregular.

LEIA MAIS:
INSS em São Paulo inaugura ‘drive-thru’ para entrega de documentos
São Paulo tem 310,5 mil casos de covid-19, com 15,7 mil mortes

A maior parte das interdições ocorreu no bairro Sé, no centro da cidade, com mais que o dobro das ocorrências registradas pela segunda subprefeitura mais interditada, na Brasilândia. As denúncias frequentemente apontam eventos como festas e aglomerações em casas noturnas ou boates; tais atividades foram pauta de 235 das queixas.

A categoria com maior número de interdições foi a dos bares, cafeterias, restaurantes e lanchonetes, com 237. Outras que também tiveram grande número de interdições foram: salão de cabeleireiro/estética/barbearia (74), comércio de roupas (48), comércio de móveis e colchões (35), lava-rápido (17) e comércio de tecidos (16).

A Prefeitura defende que o objetivo das denúncias não é aplicar multa, mas garantir a redução do risco de transmissão do vírus. Locais que descumprem as determinações estão sujeitos à interdição imediata e, "em caso de resistência", cassação do alvará de funcionamento ou do Termo de Permissão de Uso (TPU).

Das 32 subprefeituras da cidade, as que tiveram mais interdições são: Sé (159), na região central; Freguesia/Brasilândia (79), na zona norte; Mooca (47), na zona leste; e Cidade Ademar (45), na zona sul. Já os menores números de registros são em: Jabaquara (nenhuma denúncia), na zona sul; Pinheiros (1), na zona oeste; Parelheiros (1), no extremo sul; e Cidade Tiradentes (1), na zona leste.

Loading...
Revisa el siguiente artículo