Metrô: funcionários podem fazer greve na quarta; entenda

Por Metro Jornal

Funcionários do Metrô de São Paulo podem entrar em greve nesta quarta-feira, 1ª de julho. A categoria aprovou o “estado de greve” em assembleia virtual na semana passada, mas uma nova votação vai definir se a paralisação será ou não realizada.

Em nota em seu portal, o Sindicato dos Metroviários de São Paulo publicou nota em que justifica a greve como forma de protesto pela redução dos salários e de direitos trabalhistas durante a pandemia de covid-19. A parada afetaria a operação das linhas 1-Azul, 2-Verde, 3-Vermelha e 15-Prata.

Veja também:
FGTS: Saque de R$ 1.045 começa nesta segunda para nascidos em janeiro
IRPF: Leão recebe declarações apenas até esta terça-feira

Nesta segunda (29) e terça-feira (30), parte dos funcionários trabalha vestindo coletes, adesivos e botons nas áreas operativas das estações. A atitude faz parte do “estado de greve”, que precede a paralisação e busca expor suas reivindicações aos usuários.

O Metro Jornal entrou em contato com o Metrô de São Paulo sobre a possível paralisação e aguarda manifestação. O posicionamento da empresa, ligada ao governo estadual, será inserido nesta nota.

Loading...
Revisa el siguiente artículo