Bolsonaro vai definir até terça número de parcelas da extensão do auxílio emergencial

Por Rádio Bandeirantes

O presidente Jair Bolsonaro vai definir até terça-feira (30) o valor e o número de parcelas da extensão do auxílio emergencial. Além da possibilidade de mais três pagamentos no valor de R$ 500, 400 e 300, há outras alternativas em estudo, segundo o ministro da Cidadania, Onyx Lorenzoni.

Em entrevista à Rádio Bandeirantes, o ministro disse que 65 milhões de pessoas já foram consideradas aptas a receber desde o início do programa. O ministro admite que houve falhas no programa, mas ressalta a expressividade do número de beneficiados, equivalente à população da Itália.

Veja também:
Com pandemia, universidades particulares adaptam vestibulares do meio do ano
Laudo necroscópico indica que Guilherme foi executado; PM segue preso

Ele salienta, por exemplo, que 25 milhões de brasileiros que não estavam nos cadastros do governo apareceram para requisitar o dinheiro. Ainda de acordo com Onyx Lorenzoni, mais de 51 mil pessoas já devolveram valores que tinham recebido indevidamente.

Isso equivale a R$ 43 milhões, e a promessa é continuar em cima dos fraudadores mesmo depois que terminar o pagamento do auxílio. Na entrevista exclusiva à Rádio Bandeirantes, o ministro da Cidadania confirmou que trabalha na elaboração de um novo programa de renda mínima.

Onyx Lorenzoni defende que esse tipo de assistência social tenha um caráter diferente do Bolsa Família que, segundo ele, virou “quase uma pescaria eleitoral”. O ministro da Cidadania foi entrevistado pelos jornalistas José Paulo de Andrade, Claudio Humberto, Thays Freitas e Pedro Campos, no Jornal Gente.

Loading...
Revisa el siguiente artículo