Empresas suspendem anúncios por boicote ao Facebook

Por Publimetro com Estadão Conteúdo

A Best Buy é a mais recente corporação a decidir pela suspensão da veiculação de seus anúncios no Facebook, segundo a agência de notícias Bloomberg. Empresas como a Coca-Cola e a Unilever também anunciaram tal medida, em protesto às práticas da empresa em relação ao controle de conteúdo.

LEIA MAIS:
Planos de saúde terão de cobrir todos os testes para covid-19

As organizações pedem uma postura mais rígida contra discursos de ódio, violência e preconceito na rede social, uma das mais liberais em relação aos conteúdos que aceita. Apesar de existirem formas de denunciar discursos deste tipo na plataforma, ela segue sendo polo de disseminação de notícias falsas, teorias pseudocientíficas negacionistas, e ideologias raciais supremacistas e preconceituosas.

Além das três citadas, a Ben & Jerry's, Patagonia Inc., North Face, Eddie Bauer e Recreational Equipment Inc. e a gigante da comicação Verizon também interromperam a veiculação de anúncios na rede social. A publicidade é uma das maiores fontes de renda do Facebook, que concentra não apenas a rede social homônima, mas também o Instagram e o WhatsApp.

O boicote resultou em queda de mais de 8% nas ações da companhia, que começaram a se recuperar nesta segunda-feira (29).

Na sexta (26), o executivo-chefe da empresa, Mark Zuckerberg, divulgou comunicado no qual detalhava diretrizes do Facebook para reforçar o combate à disseminação de discursos de ódio e incentivar a participação nas próximas eleições presidenciais dos Estados Unidos.

Loading...
Revisa el siguiente artículo