Covid-19: China vai imunizar militares com vacina desenvolvida no país

Por Publimetro com Ansa

O governo chinês aprovou, nesta segunda-feira (29), o uso de uma das oito vacinas desenvolvidas no país para imunização de militares contra a covid-19 durante o período de um ano.

A substância, de nome oficial Ad5-nCoV, foi desenvolvida numa parceria entre a Academia de Ciências Militares e a empresa CanSino Biologics.

LEIA MAIS:
São Paulo vai multar pessoas e estabelecimentos pelo não uso de máscara

O composto ainda não será utilizado no público geral, ficando de fora do mercado e de campanhas de vacinação. Para tal, é necessário autorização da Comissão Militar Central chinesa.

Em nota divulgada pela corporação, a vacina passou por uma série de testes clínicos que mostraram "a segurança da aplicação e resultados considerados satisfatórios na proteção contra o vírus".

De acordo com a Organização Mundial da Saúde, existem 17 vacinas contra o novo coronavírus em fase de testes clínicos.

Além da Ad5-nCoV, existe a ChAdOx1 nCoV-19, desenvolvida pela Universidade de Oxford e testada ao redor do mundo, incluindo no Brasil.

Loading...
Revisa el siguiente artículo