MP do Rio de Janeiro pede que caso Queiroz volte à primeira instância

Por Publimetro com Band News FM

O Ministério Público do Rio de Janeiro pediu ao Supremo Tribunal Federal (STF), nesta segunda-feira (29), que o caso das "rachadinhas" envolvendo o senador carioca Flávio Bolsonaro seja julgado em primeira instância.

De acordo com o documento enviado hoje, a mudança vai contra uma decisão do ministro Marco Aurélio Mello de fevereiro do ano passado.

LEIA MAIS:
Brasil perdeu 331,9 mil postos de trabalho em maio, diz Caged
Dólar tem queda nesta segunda, mas tem aumento de 1,6% no mês de junho

À época, o magistrado afirmou que as investigações contra Flávio Bolsonaro devem tramitar na primeira instância.

O caso, que envolve o ex-assessor Fabrício Queiroz, detido em prisão preventiva, carrega acusações de lavagem de dinheiro, peculato e organização criminosa contra o filho do presidente da República Jair Bolsonaro.

A reclamação em caráter de urgência foi enviada ao presidente do STF, o ministro Dias Toffoli. Os promotores querem anular a medida que levou o caso para ser analisado pelo Órgão Especial do TJ.

(none)
Loading...
Revisa el siguiente artículo