Bolsonaro anuncia Carlos Alberto Decotelli como novo ministro da Educação; veja perfil

Por Metro Jornal

O presidente Jair Bolsonaro anunciou no início da tarde desta quinta-feira (25), a escolha de Carlos Alberto Decotelli da Silva como novo ministro da Educação. Ele assume o posto que vinha sido ocupado interinamente por Antonio Paulo Vogel de Medeiros após a demissão de Abraham Weintraub.

Atualmente, Decotelli ocupa o cargo de secretário de de Modalidades Especializadas do Ministério da Educação. Antes, foi presidente do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação. Também integrou a equipe de transição do governo Bolsonaro.

LEIA MAIS:
Flávio Bolsonaro consegue habeas corpus e ganha foro privilegiado no caso Queiroz
Estado de São Paulo supera Itália em total de casos de covid-19

Primeiro homem negro a assumir um ministério neste governo, ele é o terceiro nome do MEC na gestão Bolsonaro. Antes de Weintraub, o cargo era de Ricardo Vélez Rodríguez, que também foi controverso na função.

Ele ocupou a presidência da FNDE desde fevereiro de 2019, onde permaneceu até agosto, quando foi para a Secretaria.

O novo ministro não possui conexão clara com Weintraub, e difere do perfil inicialmente buscado para a vaga. Com extensa passagem pela academia, Decotelli é bacharel em Ciências Econômicas pela Universidade Estadual do Rio de Janeiro (UERJ), mestre pela Fundação Getúlio Vargas, doutor pela Universidade de Rosário (Argentina) e pós-doutor pela Universidade de Wuppertal, na Alemanha.

O acadêmico também tem ligações com o meio militar, sendo oficial da reserva na Marinha brasileira e tendo sido professor e coordenador na Escola de Guerra Naval.

Decotelli também atuou como professor de pós-graduação na Fundação Getúlio Vargas e na Fundação Dom Cabral.

Loading...
Revisa el siguiente artículo