Foragida, esposa de Queiroz pede habeas corpus no RJ

Por Metro Jornal com Estadão Conteúdo

A defesa da esposa de Fabrício Queiroz, Márcia Oliveira de Aguiar, entrou com pedido de habeas corpus na Justiça do Rio de Janeiro nesta segunda-feira (22).

Na quinta-feira passada (18), Márcia foi alvo de prisão preventiva na mesma operação que deteve seu marido, encontrado em Atibaia, interior de São Paulo. Ela não estava no local, e é considerada foragida desde então.

LEIA MAIS:
Governo federal retifica data de exoneração de Abraham Weintraub
Covid-19: Sala de aula móvel dribla problema de falta de internet

Ainda, agentes policiais deflagraram operação em Belo Horizonte (MG) para investigar três endereços da família de Queiroz. Márcia não foi encontrada em nenhum deles.

O pedido de habeas corpus foi apresentado na noite de ontem pelo advogado Paulo Emílio Catta Preta, que assumiu a defesa de Queiroz.

Nesta terça-feira (22), o habeas corpus foi distribuído para a 3ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça, mesmo colegiado que deverá julgar o pedido de habeas corpus de Flávio Bolsonaro.

O filho do presidente da República e senador pelo Rio de Janeiro é dono do gabinete da Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro no qual Queiroz atuou até 2018. Na época, Flávio era deputado estadual.

A esposa do investigado é acusada de ajudar na suposta obstrução de Justiça que se deu ao longo das investigações da prática de rachadinha, que teria ocorrido no gabinete de Flávio. Queiroz, seu marido, seria o operador deste esquema.

Loading...
Revisa el siguiente artículo