Queiroz morava na casa do advogado de Flávio Bolsonaro há um ano, dizem testemunhas

Saiba detalhes da operação que prendeu o ex-assessor do filho do presidente Jair Bolsonaro

Por Metro Jornal

Fabrício Queiroz morava na casa em Atibaia, no interior de São Paulo, onde foi preso no início da manhã desta quinta-feira (18), há cerca de um ano. Foi o que apurou o delegado Nico Gonçalves, em entrevista ao canal GloboNews, segundo relatos de moradores da região.

O imóvel pertence a Frederick Wasseff, advogado do senador Flávio Bolsonaro (Republicanos-RJ), a quem Queiroz foi assessor quando o político era deputado estadual na Alerj (Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro).

Em entrevistas em setembro do ano passado, Wasseff negou saber o paradeiro de Queiroz. Ele deve ser convocado pela polícia para esclarecer porque o ex-assessor de Flavio Bolsonaro morava em sua casa.

Além da prisão de Queiroz, foram apreendidos dois celulares, documentos e um malote com dinheiro – a quantia não foi especificada. Policiais tiveram que arrombar o portão do imóvel e, depois, a porta da casa

O alvo da operação dormia no momento da prisão, e não resistiu. Segundo o delegado, ele afirmou que estava com a saúde debilitada. Queiroz foi levado a uma base do IML (Instituto Médico Legal) para exame corpo delito e encaminhado para um prédio da Polícia Civil no centro de São Paulo.

Leia mais sobre a prisão de Queiroz:
Operação que prendeu Queiroz faz busca e apreensão em casa de Bolsonaro
Fabrício Queiroz é preso em Atibaia, interior de São Paulo

Loading...
Revisa el siguiente artículo