'Krespinha': Nome de esponja com termo racista é alvo de críticas nas redes sociais

Por Metro Jornal

A marca Bombril é alvo de críticas nas redes sociais nesta quarta-feira (17) por causa de um produto de sua linha cujo nome remete a um termo racista. O item em questão é a esponja de aço inox “Krespinha” que, segundo a empresa, teria uso para “limpeza pesada”.

O produto estava disponível no site da Bombril, mas foi removido durante a manhã. Publicações nas redes sociais anunciando a esponja também foram apagadas.

No Twitter, usuários apontaram que o termo “krespinha” é racista ao fazer uma associação pejorativa com o cabelo de parte do público negro. A hashtag #BombrilRacista figurou entre os assuntos mais compartilhados durante a manhã.

Uma propaganda de uma esponja com o mesmo nome lançada em 1952 pela S.A. Barros Loureiro também foi resgatada como comparação ao novo produto. Na época, o anúncio associava o item a uma ilustração de uma menina negra.

Outros apontaram ainda que a troca da letra “C” pela “K” poderia ser encarada como uma referência à Ku Klux Klan, organização supremacista de extrema direita que prega o racismo.

Bombril se manifesta

Em comunicado no Twitter, a Bombril afirmou que vai retirar o produto do mercado a partir desta quarta. A empresa explicou que, ao contrário do que afirmaram os críticos, a esponja de inox já estava em seu portfólio com esse nome há quase 70 anos "sem nenhuma publicidade nos últimos anos". No entanto, a fabricante admite sua responsabilidade. "Mesmo sem intenção em ferir ou atingir qualur pessoa, pedimos sinceras desculpas a toda a sociedade".

Leia comunicado na íntegra abaixo:

 

Confira as reações na intertnet:

*Texto editado às 19h50 desta quarta-feira (17) para acrescentar comunicado da empresa Bombril.

Loading...
Revisa el siguiente artículo