Deputados fazem nova 'fiscalização surpresa' em hospital público

Entrada foi autorizada pela prefeitura de Guarulhos

Por Metro Jornal

Um grupo de deputados estaduais voltou a fazer uma “fiscalização surpresa” em um hospital público na segunda-feira (15), desta vez em uma unidade de Guarulhos, na Grande São Paulo. No dia 4 de junho, eles protagonizaram um tumulto ao serem inicialmente barrados no hospital de campanha do Anhembi, zona norte da capital paulista.

Dessa vez, os parlamentares da Alesp (Assembleia Legislativa) Coronel Telhada (PP), Sargento Neri (Avante) e Márcio Nakashima (PDT) entraram no Hospital Geral de Guarulhos acompanhados de responsáveis. Não houve invasão e os deputados verificaram a estrutura do HMU (Hospital Municipal de Urgências) e do Centro de Combate ao Coronavírus.

Veja também:
Pandemia de covid-19 já custou R$ 1,7 bilhão em São Paulo
Senador quer levar Fies a famílias com renda de até R$ 12.540

A fiscalização ocorre após o governador João Doria (PSDB) afirmar que pessoas que entrassem sem autorização em hospitais públicos iriam responder criminalmente. Em vídeo nas redes sociais, o deputado Sargento Neri criticou o governador e o prefeito da cidade de São Paulo, Bruno Covas (PSDB). “Precisam fazer um estágio aqui para aprender um pouquinho, porque os hospitais de campanha do Ibirapuera e do Anhembi não têm UTI.”

O município de Guarulhos é um dos mais atingidos pela pandemia de covid-19, com 4.244 casos confirmados e 469 mortes. O município, que é o segundo maior do estado, chegou a ter todos os leitos de UTI ocupados, assim como lotação nos leitos de enfermaria.

Loading...
Revisa el siguiente artículo