Bolsonaro sobre Weintraub: 'mais um problema que estamos tentando solucionar'

Por Metro Jornal com Band News

O presidente da República Jair Bolsonaro (sem partido) deu entrevista à Band News TV nesta segunda-feira (15), onde falou sobre uma possível escalada autoritária de seu governo e sobre o atual ministro da Educação, Abraham Weintraub.

LEIA MAIS:
Famílias são removidas de terreno em ação de reintegração de posse na zona leste de São Paulo
Bolsonaro sanciona lei que veta corte de água e luz às sextas, fins de semana e feriados

Bolsonaro foi perguntado sobre a participação do ministro da Educação, Abraham Weintraub, em uma manifestação em apoio ao Executivo na Esplanada dos Ministérios no último fim de semana. O chefe da pasta apareceu em fotos com militantes pró-governo, sem proteção facial, abraçado a diversas pessoas.

O presidente avaliou a ação como "não muito prudente". "Quanto à participação do ministro a um grupamento de pessoas, que não foi o grupo que disparou fogos contra o Supremo [Tribunal Federal, o STF], ele não foi muito prudente. Não foi um bom recado. Ele não estava representando o governo, estava representando a si próprio", disse.

Bolsonaro voltou a alegar que não coordena nem convoca nenhuma manifestação, e que "o mínimo" que pode fazer é cumprimentar o povo, mesmo em meio à pandemia do coronavírus.

Depois de a colunista da BandNews FM, Mônica Bergamo dizer que o Supremo Tribunal Federal foi avisado que Weintraub deve sair do governo a qualquer momento, o presidente falou que está tentando resolver a situação.

"Como tudo que acontece cai no meu colo, mais um problema que estamos tentando solucionar com o senhor Abraham Weintraub", finalizou.

Assista à integra da entrevista abaixo:

Loading...
Revisa el siguiente artículo