Quarenta motoristas de ônibus já morreram com covid-19, diz sindicato

Por Ana Paula Rodrigues - Rádio Bandeirantes

Sobe para 40 o total de motoristas de ônibus mortos por covid-19 na cidade de São Paulo. O número é do Sindmotoristas (Sindicato dos Motoristas e Trabalhadores em Transporte Rodoviário Urbano de São Paulo) e representa um aumento de 12% no total de pessoas que não resistiram à doença.

De acordo com o levantamento, 155 casos de covid-19 foram confirmados entre os trabalhadores, aumento de 15% em relação ao mês passado. A maior parte dos casos de doentes e mortos está nas regiões Sudeste e Leste da cidade.

Veja também:
Saques de R$ 1.045 do FGTS vão desta segunda até 31 de dezembro
Quem não entregou imposto de renda tem mais 16 dias de prazo

Em nota à reportagem da Rádio Bandeirantes, a SPTrans não comenta os números apresentados pelo sindicato, mas reforça as medidas de segurança adotadas até agora, como a obrigatoriedade do uso de máscaras; veiculação de mensagens sonoras nos 31 terminais de ônibus com dicas e orientações para prevenção da covid-19; sinalização das plataformas com a distância de 1 metro entre os usuários.

Outra recomendação é de empresas operadoras instalarem cortinas nos postos dos motoristas para evitar o contágio e higienizar os veículos nas garagens e nos terminais. Além disso, a prefeitura lembra que as empresas concessionárias de ônibus devem realizar viagens sem exceder a capacidade máxima de passageiros sentados.

Na semana passada, representantes dos trabalhadores se reuniram com a prefeitura para pedir a volta de 100% para reduzir as aglomerações. Atualmente, 92% da frota circulam, o equivalente a 11.828 ônibus nas ruas.

Loading...
Revisa el siguiente artículo