14 PMs são afastados por agredir moradores no Jaçanã e em Barueri

Por Metro Jornal com Agência Brasil

Duas ações policiais no final de semana levaram ao afastamento de 14 agentes da Polícia Militar nesta segunda-feira (15). Os PMs estiveram envolvidos em agressões a pessoas já rendidas, em dois casos, ambos filmados por moradores.

As imagens feitas no Jaçanã, no último sábado (13), mostram policiais desferindo socos, chutes e golpes de cassetetes em um jovem, deitado, que não reage à agressão.

LEIA MAIS:
Dólar vai a R$ 5,14 nesta segunda com saída de Mansueto
Previsão do tempo: capital paulista segue fria e nublada nesta terça-feira

Já na gravação feita em Barueri, na sexta-feira (12), policiais aparecem abordando um homem que estava sentado na calçada com o celular na mão. Ele se levanta e, sem mostrar qualquer reação, é atacado por um policial com um golpe no pescoço. Pessoas que passavam pelo local e questionaram a ação dos agentes também foram agredidas com golpes de cassetete e derrubadas pelos policiais.

Segundo a Secretaria de Segurança Pública, as circunstâncias das agressões estão sendo investigadas. O Ministério Público do Estado também será notificado.

A secretaria chamou as ações de "lamentáveis", e afirmou que tal conduta "não condiz com as práticas da Polícia Militar", apesar da frequência. O governador do estado de São Paulo, João Doria, condenou nas redes sociais a ação da polícia.

“Absolutamente condenável as atitudes dos policiais militares que abusaram da força, em duas ações policiais, uma na capital e outra em Barueri. Os policiais envolvidos foram afastados e serão submetidos a inquérito. O Governo de São Paulo não compactua com qualquer tipo de violência”, disse Doria nas suas redes sociais.

Loading...
Revisa el siguiente artículo