Imposto de Renda 2020: 14 milhões ainda não enviaram a declaração

Mesmo com a data limite estendida em dois meses, quase metade dos contribuintes vão deixar para declarar na última hora

Por Metro Jornal

Faltam apenas 18 dias para o fim do prazo da declaração do IRPF 2020, o Imposto de Renda da Pessoa Física. Mesmo assim, cerca de 14 milhões de contribuintes ainda não entregaram os documentos.

Para este ano, a Receita Federal espera receber 32 milhões de declarações – devido à pandemia de covid-19, o prazo para envio do formulário foi estendido em dois meses, de 30 de abril para 30 de junho.

Veja também:
Ainda não é hora de sair ‘batendo perna’ em shopping; veja cuidados
PC Siqueira nega veracidade de conversa com teor pedófilo

Devem enviar documentos os cidadãos que tiveram uma renda superior a R$ 28.559,70 em 2019, ou ganhos isentos e não-tributáveis na fonte maiores que R$ 40 mil. Também precisam preencher o formulário aqueles que venderam imóveis, negociaram ações na bolsa ou somaram mais de R$ 300 mil em bens.

Quem não declarar o Imposto de Renda está sujeito a uma multa mínima de R$ 165, chegando a até 20% do tributo devido. Pela primeira vez na história, o governo federal antecipou o primeiro lote de restituição para antes do fim do prazo de declaração – 900 mil pessoas foram contempladas. O segundo de cinco lotes será liberado no dia 30 de junho e o último no dia 30 de setembro.

Loading...
Revisa el siguiente artículo