Ciclofaixas de lazer devem ser reabertas em 30 dias, diz Prefeitura

Por Metro Jornal com Rádio Bandeirantes

A Prefeitura de São Paulo firmou acordo de cooperação na tarde desta quarta-feira (10) com uma empresa de transporte por aplicativo para reabrir as ciclofaixas de lazer. As faixas estão desativadas há mais de dez meses.

A administração afirma que não haverá custo aos cofres públicos para reativar as ciclofaixas, o que deve ocorrer daqui a cerca de 30 dias. A data pode mudar caso hajam complicações em torno da pandemia de coronavírus.

A empresa com a qual a parceria foi firmada, a Uber, foi a única a manifestar interesse no projeto. Em outubro do ano passado, um chamamento público havia sido vencido por outra empresa, porém esta foi desclassificada por não cumprir todos os requisitos do edital.

Criadas em 2009, as ciclofaixas são instaladas manualmente através de cones e cavaletes na via para carros. São 117 km de pista, divididos em 9 trechos, que eram montados aos domingos e feriados nacionais.

A partir de agosto de 2019, após saída da empresa patrocinadora anterior, os ciclistas ficaram impedidos de utilizar as faixas.

Loading...
Revisa el siguiente artículo