Brás e 25 atraem multidões no 1º dia de reabertura do comércio em São Paulo

Por Metro Jornal

Boa parte dos comércios de rua na cidade de São Paulo receberam autorização para reabertura a partir desta quarta-feira (10). No primeiro dia de retomada, mesmo com limitações de horários e exigência de novos protocolos de higiene, as principais ruas comerciais da capital receberam multidões.

Na rua 25 de março, desde a manhã, antes da abertura dos estabelecimentos, já havia fila diante de algumas lojas. O polo comercial foi o mais movimentado nesta quarta-feira, com ruas lotadas e pessoas aguardando em frente às portas para poder entrar.

LEIA MAIS:
Estado de SP tem novo recorde de registro de mortes por coronavírus
Barretos, Presidente Prudente e Ribeirão Preto regridem para fase vermelha na reabertura de SP

O mesmo movimento foi registrado na região do Brás, no centro de São Paulo, outro importante centro comercial da cidade. Para agravar a situação, comerciantes ambulantes ocupavam as vias de lojas mesmo antes do horário de abertura do comércio determinado pela prefeitura.

De acordo com as normas para a reabertura no município, estabelecimentos comerciais só podem funcionar por quatro horas diárias, entre 11h e 15h. Além disso, para tentar manter o isolamento social, devem haver limites para o número de clientes a entrar nas lojas por vez.

Este limite de capacidade e horário concentrou pessoas na mesma faixa de horas, e provocou filas na entrada das lojas. A data de abertura também é próxima do Dia dos Namorados, o que impulsiona a ida às compras.

Outras regras a serem seguidas pelo comércio incluem uso obrigatório de máscaras para clientes e colaboradores e fornecimento gratuito de álcool em gel na porta dos estabelecimentos.

Loading...
Revisa el siguiente artículo