Maioria das escolas do Brasil não tem plataforma para ensino remoto

Por Metro Jornal com Agência Brasil

Resultados da pesquisa TIC Educação, referente a dados de 2019, mostram que a grande maioria das escolas do país, entre públicas e privadas, não possuem plataformas para ensino online. Além disso, em 2019, grande parte dos estudantes não tinha equipamentos adequados para ter aulas em casa pela internet.

Segundo o levantamento, apenas 28% das escolas de áreas urbanas tinha ambiente virtual para aprendizagem: essa porcentagem compreende 64% das escolas particulares, e 14% das públicas.

Nas escolas rurais, 60% não possuem ao menos um computador com acesso à internet, 9% recorrendo a outros dispositivos para utilizar a rede.

LEIA MAIS:
Farmácias agora recebem denúncias de violência doméstica
Contrariando protocolo da Saúde, hidroxicloroquina será usada para ‘prevenir’ covid-19

A coordenadora da pesquisa, Daniela Costa, diz que os resultados denunciam a falta de preparo das escolas pelo país para a situação trazida pela pandemia. "Muitas escolas não estavam preparadas e muitos professores não estavam preparados para esse momento de ensino remoto”, diz.

Esse é um momento emergencial, está se fazendo o que é possível. Escolas, pais, alunos estão tentando encontrar estratégias para que [o ensino] aconteça”, acrescentou.

A formação de professores em computação e internet também prejudica a implementação do meio digital nas escolas. 79% dos docentes questionados dizem que curso específico para o uso dessas tecnologias nas aulas dificulta o ensino.

“Muitos alunos, professores e escolas estavam fazendo uso de sistemas e plataformas virtuais para troca de conteúdo, mas a gente verifica muitas diferenças e desigualdades", aponta Costa.

Internet em casa
De acordo com a TIC Educação 2019, 83% dos estudantes de escolas urbanas têm acesso à rede. Este dado muda de acordo com a região do Brasil, sendo menor no Norte (73%).

Em casa, 41% dos estudantes de regiões urbanas possuem um computador portátil, 35% computadores de mesa e, 29%, tablet. Considerando alunos de escolas rurais e urbanas, 18% dos estudantes acessa a internet exclusivamente pelo celular.

Essa porcentagem é maior considerando apenas os estudantes de escolas públicas, 21%, e considerando a Região Norte, 26%, e Nordeste, 25%. Nas particulares, apenas 3% acessam a internet exclusivamente pelo celular.

Loading...
Revisa el siguiente artículo