5 dicas para vender seus produtos em marketplace

Por Metro Jornal

Um dos modelos de negócios que não param de crescer no Brasil é o marketplace, que funciona como um shopping virtual onde diferentes empresas anunciam seus produtos para milhares de clientes. É diferente do e-commerce, loja virtual que oferece produtos ou serviços de apenas um fornecedor ou empresa, pois trabalha com  estoque próprio.

Já um marketplace é um shopping virtual que oferece várias opções de vendedores ou prestadores de serviço. Por exemplo, o Mercado Livre e o Enjoei são marketplaces com produtos de diferentes lojas.

No e-commerce, o empreendedor precisa cuidar do estoque e da logística, pois está oferecendo seus próprios produtos ou serviços.  Já no marketplace, não é necessário que o dono se preocupe com essas atividades. Isso porque ele estará ofertando produtos e serviços de outras empresas em um só canal.

O marketplace possui três tipos de acesso. Primeiro, os vendedores ou profissionais têm um acesso na plataforma para poder cadastrar seus produtos ou serviços. Depois o administrador do marketplace possui um acesso que permite gerenciar todos os vendedores. Por fim, os clientes conseguem acessar o marketplace para fazer compras e contratar serviços.

Enquanto para os usuários esse tipo de plataforma oferece praticidade ao oferecer várias ofertas em um único site, para os vendedores é disponibilizado um sistema integrado de gestão das vendas que simplifica o pagamento e entrega dos produtos, em troca de uma comissão por venda realizada.

Segundo especialistas em varejo, porém, é preciso observar algumas cautelas para não “morrer na largada” nesse tipo de negócio.

Atento às necessidades dos empresários que querem potencializar as vendas utilizando o comércio eletrônico, o Sebrae separou cinco dicas para os donos de pequenos negócios interessados em atuar em marketplaces.

CINCO DICAS PARA NÃO MORRER NA LARGADA:

1. Escolha bem os produtos que você vai vender

É necessário fazer uma boa seleção dos produtos a serem anunciados. Escolha um nicho de atuação, pois quanto mais especializado você for, mais conseguirá se diferenciar dos demais anunciantes. Foque em produtos que você conhece bem e anuncie aqueles que sabe que têm mais saída. Dessa forma, você também consegue atrair o público que mais se encaixa no perfil da sua loja. Também fique de olho nas tendências e observe o que a concorrência está oferecendo para que consiga refletir sobre seus diferenciais.

2. Capriche no anúncio

Primeiramente, pesquise como seus concorrentes anunciam e quais são as dúvidas mais comuns dos consumidores. Fique atento ao título, que deve ter o nome, a marca, o modelo e a especificação técnica do produto. Certifique-se de inserir seu produto na categoria correta, pois muitos compradores utilizam a busca por categoria. Garanta mais relevância colocando as informações técnicas do produto e vincule o número do código de barras (Código EAN) ao anúncio para que ele apareça melhor nos sites de busca. Se seu produto possui variações de cor, tamanho ou voltagem, preencha corretamente os campos específicos e coloque uma foto para cada produto diferente. Quanto às fotos, elas devem ser nítidas. O tamanho ideal é 1.200 x 1.900 pixels. Mostre o produto real e apenas um por foto. Um bom vídeo também pode ajudar nas vendas, mostrando como o produto funciona de forma objetiva e simples. O vídeo não deve ultrapassar 60 segundos.

3. Tenha os produtos em estoque

Ter o produto para entrega é fundamental para a venda online. Se seu estoque for muito pequeno ou esgotar, encerre seu anúncio ou interrompa a divulgação até que tenha novamente o produto para vender. Evite encerrar ou interromper anúncios por falta de estoque para não perder visibilidade para os clientes.

4. Precifique bem seus produtos

Colocar o preço correto nos produtos é um dos maiores desafios para os pequenos negócios. Oferecer frete grátis, por exemplo, pode destacar seu anúncio, mas avalie bem se esse custo está dentro das suas possibilidades. Alguns marketplaces dividem o custo do frete grátis com o vendedor para produtos acima de um valor específico. Verifique as condições da plataforma para definir sua estratégia de frete e de preços.

5. Atenda aos compradores com atenção e rapidez

Na internet, a sua loja ficará aberta 24h por dia, e os compradores querem atenção imediata. Responda rápido aos questionamentos, pois respostas em até 2 minutos podem fazer diferença para concluir a venda ou não. Tenha alguém de plantão mesmo à noite, finais de semana ou feriados para não deixar seu potencial comprador esperando. Crie respostas automáticas para as perguntas mais frequentes, e mesmo que o comprador solicite algo que você não tem, ofereça algo semelhante com o link do anúncio. O pós-venda também é muito importante. Verifique com atenção o produto a ser enviado e poste-o o mais rapidamente possível. Em caso de problemas, tenha uma postura amigável e resolutiva.

Loading...
Revisa el siguiente artículo