Unicamp 2021 vai dividir alunos em dois dias de prova com menos questões

Comissão responsável pelo vestibular anunciou mudanças na próxima edição, ainda sem data

Por Metro Jornal

O vestibular Unicamp 2021 terá mudanças devido a pandemia de covid-19, segundo nota da Comvest (comissão responsável pelo exame) divulgada nesta sexta-feira (5).

A prova da primeira fase terá número de questões de múltipla escolha reduzidas de 90 para 72 – 12 de língua portuguesa e literatura, 12 de matemática, oito para as demais disciplinas (biologia, física, geografia/sociologia, história/filosofia, inglês e química. Outra novidade é o tempo máximo de quatro horas para finalizar o vestibular – até então, o limite era de cinco horas.

Veja também:
Bolsonaro escorrega e cai após descer de helicóptero em Goiás
São Paulo registra um caso de feminicídio por dia durante a quarentena

Os candidatos serão divididos em dois dias, em janeiro de 2021, conforme o curso escolhido – estudantes do segmento de Ciências Humanas, Artes, Exatas e Tecnológicas farão a prova em um sábado; já quem optou por cursos de Ciências Biológicas e Saúde terá a prova em um domingo. Objetivo é evitar aglomerações.

A segunda fase também será dividida em dois dias, mas no mês de fevereiro. A Comvest afirmou que aguarda a divulgação da nova data do Enem pelo governo federal para a definição de seu calendário.

As inscrições para o vestibular Unicamp 2021 serão abertas no dia 31 de julho e se encerram no dia 8 de setembro. É possível solicitar a isenção da taxa, que neste ano é de R$ 170, no site da Comvest até 22 de junho.

Loading...
Revisa el siguiente artículo