Operação mira quadrilha que lavava dinheiro com clínicas médicas

Consultórios atendiam bandidos baleados em tiroteios com forças policiais

Por Metro Jornal

Uma operação da Polícia Civil de Guarulhos nesta quarta-feira (3) tem como alvo suspeitos de lavagem de dinheiro e organização criminosa. A ação cumpre 22 mandados de prisão temporária e 60 de busca e apreensão.

Segundo a investigação, um grupo lavava dinheiro vindo do crime em clínicas médicas e odontológicas. Os consultórios, inclusive, recebem bandidos baleados e feridos em tiroteios com forças policiais.

Veja também:
Comissão de Ética da Presidência proíbe Moro de advogar por seis meses
Secretário da Educação de SP, Rossieli Soares, é internado com covid-19

A quadrilha ainda contava com contratos de gestão de serviço público, como coleta de lixo, em cidades da Grande São Paulo. Isso era possível pela criação de empresas de fachada. Os mandados são cumpridos em 12 municípios, incluindo a capital paulista.

No total, segundo a Polícia Civil, a operação Soldi Sporchi conta com 350 agentes, 100 viaturas e apoio da PRF (Polícia Rodoviária Federal). A ação é coordenada pelo 4º DP de Guarulhos.

Loading...
Revisa el siguiente artículo