Voo tripulado da SpaceX fez história neste fim de semana

Por Metro Internacional

 A Space Exploration Technologies Corp., conhecida popularmente como SpaceX – segunda empresa do bilionário Elon Musk, também CEO da Tesla Motors – fez história nesse fim de semana ao ser a primeira empresa privada a realizar uma viagem espacial tripulada. Em parceria com a Nasa, dois astronautas da agência, Robert Behnken e Douglas Hurley, são os tripulantes da espaçonave da SpaceX, Crew Dragon, que decolou junto a um foguete Falcon 9. O evento estava marcado para a última quarta-feira (27), mas em virtude do mau tempo na Flórida o lançamento foi adiado para sábado (30).

1 – Astronautas

Bob Behnken, 49 anos (tempo no espaço: 29d 12h 17m) e Doug Hurley, 53 anos (tempo no espaço: 28d 11h 12m) são os dois astronautas da Nasa que estão nessa missão histórica. Eles são melhores amigos e veteranos do corpo de astronautas, ambos casados ​​com colegas astronautas. Cada um deles voou para o espaço duas vezes em missões de ônibus espaciais, embora nunca na mesma.

Bob Behnke e Doug Hurley, astronautas da SpaceX Bob Behnke (esq.) e Doug Hurley / Joe Raedle/Getty Images

2 – Crew Dragon

É o nome da espaçonave que levará os astronautas Bob Behnken e Doug Hurley para a Estação Espacial Internacional. Possui uma cápsula capaz de transportar até sete astronautas. A Crew Dragon apresenta matrizes solares reprojetadas e uma linha de moldagem externa modificada com novos computadores de voo. Além disso, segue a proposta da empresa e é reutilizável! A Crew Dragon já fez um total de 22 lançamentos.

3 – O voo

A cápsula do Crew Dragon foi lançada em um foguete Falcon 9 diretamente do Complexo de Lançamento do Kennedy Space Center, da Nasa, na Flórida. Os dois tripulantes deverão encontrar a equipe da Estação Espacial e trabalhar juntos de 30 a 119 dias. A expectativa é de que a espaçonave conclua sua missão e retorne à Terra em 23 de setembro.

SpaceX lançamento SpaceX via Getty Images

4 – A missão

Essa missão é o último grande teste do sistema de voo espacial tripulado da SpaceX a ser certificado pela Nasa. O objetivo é concluir a validação das operações de voos espaciais tripulados usando o hardware SpaceX. Futuramente, a empresa conta que pretende realizar voos tripulados comerciais ao espaço.

ENTREVISTA ANA MOORE 

Diretora do Instituto Nacional de Pesquisa Espacial da Austrália

O que a primeira viagem tripulada ao espaço por uma empresa privada significa historicamente?

Significa que não são mais apenas governos que lançam foguetes e satélites para o espaço. A comercialização espacial pode abrir turismo espacial, medicina espacial e até inovações que possibilitem viagens espaciais e o lançamento de satélites em órbita mais baratos. Sem contar a criação de novos empregos. A força de trabalho espacial na Austrália deve se multiplicar, mas essa expansão também pode ter efeitos negativos, como aumento de detritos espaciais. As empresas e os governos precisam considerar as medidas que adotam para manter as pessoas em órbita e as pessoas na Terra seguras e proteger os objetos que já estão em satélites em órbita. Precisamos urgentemente de sistemas de conscientização da situação espacial e de monitoramento do tráfego espacial.

Esse voo pode abrir as portas para mais empresas se aventurarem ao espaço?

Permitir que a indústria privada se torne uma indústria governamental firmemente controlada, como a indústria espacial global é considerada há uma quase década, traz benefícios. Aqui na Austrália, a força de trabalho espacial deve triplicar em apenas dez anos, e as empresas privadas ajudarão a impulsionar isso.


Por que demorou tanto para acontecer o primeiro voo tripulado por uma empresa espacial privada?

Todas as missões espaciais são complexas e levam tempo. Há uma quantidade enorme de testes envolvidos com o hardware espacial. Por essa e muitas outras razões, a indústria espacial opera em uma escala de tempo mais longa e é muito adaptável a mudanças. É um ótimo exemplo de uma indústria muito resiliente. METRO

Loading...
Revisa el siguiente artículo