Com pandemia, SP muda campanha do agasalho para receber apenas cobertores novos

Por Metro Jornal

Com a pandemia de covid-19, a campanha do agasalho deste ano em São Paulo – epicentro da doença causada pelo novo coronavírus (Sars-CoV-2) – será diferente das edições anteriores. Nesta segunda-feira (1º), o governo estadual lançou a Campanha Inverno Solidário, que pretende arrecadar apenas cobertores novos.

Tradicionalmente, a ação costuma receber doações de cobertores ou peças de roupa adequadas ao inverno – como casacos, moletons e camisetas de manga longa –, tanto novas quanto usadas. Desta vez, a limitação por receber apenas cobertores novos visa impedir a transmissão de covid-19.

Veja também:
Bolsonaro cita frase de Mussolini, ditador italiano que aliou-se a Hitler
São Paulo tem 111,3 mil casos confirmados de covid-19, com 7.667 mortes

A campanha começa no dia 2 de junho e termina no dia 22 de setembro, com a disponibilização de 40 mil caixas em estabelecimentos parceiros, públicos e privados. Segundo o FUSSP (Fundo Social de São Paulo), as doações serão destinadas à moradores de rua e entidades sociais, como hospitais e centros de acolhida de todo o estado.

Tanto pessoas físicas quanto jurídicas podem colaborar. O Grupo Empresarial Solidário, formado durante a pandemia e que já cedeu R$ 717 milhões para o combate do coronavírus em São Paulo, fez a doação de 60 mil cobertores para a campanha.

Informações de pontos de coleta e cadastro de parceiros estão disponíveis no site oficial do Inverno Solidário. Não foi informado, porém, o que será feito com roupas de frio ou cobertores usados que podem ser deixados nas caixas.

Campanha do agasalho da ACSP aceita cobertas e roupas usadas

Uma alternativa para quem busca doar roupas de frio ou cobertores usados para pessoas em situação de vulnerabilidade social é a Campanha do Agasalho da ACSP (Associação Comercial de São Paulo). As peças podem ser deixadas na sede da associação, no centro de São Paulo, ou em outros postos de coleta.

A ACSP afirmou que irá higienizar todo o material arrecadado antes de encaminhar as doações. Também é possível contribuir em dinheiro pelo site oficial da campanha – nesse caso, para a compra de peças novas.

Loading...
Revisa el siguiente artículo